domingo, 25 de maio de 2008

Espraiar sentires....

No espraiar dos sentidos te vou encontrando

E te perco na fúria das marés

Atraído pelo feitiço da lua

Tu vais

E... apenas estendo um braço

Querer te agarrar e não ser capaz

Aumentou a distancia

Hoje estás para lá de mim…


BF
Imagem de António de Bastos retirada de olhares.com

8 comentários:

Maria disse...

São dias, apenas dias...

Um beijo em maré calma...

poetaeusou . . . disse...

*
� nas furias das mar�s,
que se encurtam as distancias,
,
conchinhas
,
*

C Valente disse...

Saudações amigas

Duarte disse...

... e chegaram até aqui.

Ressaltam as vermelhas papoilas,
entre os verdes trigais a dourar,
sacudidos por um vento que escalda,
campos secos, de pão e de gente.

Uma fotografia, linda
como o fogo
das tuas palavras,
em sangue...

Saudações

irneh disse...

Olá

Vim ver e ler as tuas palavras, sempre muito significativas.

Deixo-te um beijinho

gasolina disse...

Mas nunca para além do sentir que deixa marcas: as tuas palavras. Elas continuam tão bonitas!

Um beijo Papoila dos Girassóis

C Valente disse...

Bom fim de semana
Saudações amigas

Dois Rios disse...

é esse estar além do alcance que machuca e corrói a alma... como diz a letra de um compositor brasileiro chamado Dorival Caymmi "dor de amor quando não passa é porque o aamor valeu.

vou retribuir o link... gentileza gera gentileza, e o que é bonito tem q ser difundido.

obrigada pelo carinho,