sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Menos...muito menos



Mais que um livro esquecido na estante

De páginas soltas e histórias esquecidas

Mais que um sonho levado pelo vento

Em manhã de tempestade

Mais, muito mais que o desejo de te ler

Nas palmas da mão o destino traçado

Menos, muito menos de ti encontro

No mais desejo que trago em mim  


BF 

sábado, 20 de setembro de 2014

O triste fado


Fadado ao abandono no palco do cais

a vida é barco que passa
e o passado esquecido
bebido num trago amargo
e a palavra futuro esfumada
... pelo vento arrastada

FB