sábado, 12 de março de 2011

Um Novo Abril



Hoje vi uma semente de Abril
Renascida,
Plantada por gerações inconformadas.
Germinou pelas ruas das cidades
Desta pátria,
Para tantos adormecida…
Acordou!
Ganha forças e prossegue
Semente regada pelo direito á dignidade
De viver … Em plena
Humanidade
Ainda resta esperança!
BF

Foto minha 

3 comentários:

Multiolhares disse...

que esse cravo possa ser regado, pela voz dos oprimidos,
vjs

Maria disse...

Vamos, dia 19, levar novos cravos e lançar novas sementes!!!

Beijos tantos!

Lídia Borges disse...

Ainda há esperança, sim!

Ontem pudemos ver que o querer de um povo continua a mover montanhas...

Belo poema!

Um beijo