domingo, 24 de fevereiro de 2008

Desafio - 12 Palavras

A Amiga Maria do Blog o Cheiro da Ilha, desafiou-me a escolher 12 palavras importantes ou que nos digam algo de especial e escrever um texto. Mesmo não sendo boa nestas coisas de desafios, escolhi 12 palavras que estão presentes no meu dia-a-dia. Que me definem.

Aqui vai:


Porque não sei viver sem Paixão e no constante Inconformismo com o que de menos bom a vida me dá, vou à Luta, encontro o conforto e alento de que tanto preciso na Família e nos Amigos, por quem movo montanhas.
Desde criança que não suporto Injustiças o que me leva a ficar, sempre, do lado do mais fraco. A Solidão mete-me medo ao mesmo tempo que por ela sou atraída. Gosto de momentos intimistas em que o “eu” está muito presente.
Sou muitas vezes acometida por um sentimento muito pouco nobre, a Vingança. As pessoas que na realidade me conhecem sabem que quem me faz alguma, mais cedo ou mais tarde, vai receber o troco. Piegas… aguento muito melhor a dor psicológica do que a dor física. Tenho pavor da dor.
Filha a minha pérola que constantemente quero proteger, manter na concha para que a vida a não faça rebolar por águas revoltas. Sei que não o conseguirei eternamente mas nunca deixarei de o tentar. Com a Música vivo cada segundo transformando-a no meu bálsamo preferido. Pelo que descrevi devem estar a chegar à conclusão que sou uma Antítese constante...
E sou mesmo!

Quanto ao passar o desafio.... vou deixar ao critério de quem o quiser agarrar.

BF

12 comentários:

Maria disse...

Querida Papoila

Adorei o teu texto, as tuas doze palavras.
Achei curioso dizeres que és a antítese de ti mesma, muito curioso. São dias....
Acho que de tudo o que disseste só não sou piegas...

Muito obrigada por teres aceite o desafio.

Boa semana
Beijinhos

Mocho-Real disse...

Deixo-te um abraço e desejos de óptima semana.

Jorge G.

Mocho-Real disse...

E gostei do texto!

Claudia Perotti disse...

Excelente!
Beijinhosssssssssss

poetaeusou . . . disse...

*
e,
fiquei mais rico,
de conhecimentos,
sobre papoilas . . .
,
conchinhas
,
*

Meg disse...

Papoila,
Gostei muito do teu texto, e se é real este teu retrato, temos algumas características em comum.
Quanto a seres a antítese... deixa lá, não há ninguém perfeito. E devem ser cá uns chatos!

Um abraço

Mocho-Real disse...

Um abraço para este Campo sempre Em Flor.

Jorge G.

adrianeites disse...

desafio superado..

boa semana

lua prateada disse...

Não chore, porque chorar é sofrer.
Não sofra, porque sofrer é perder.
Não perca, porque perder é morrer.
Só ame, porque amar é viver.
E viver é amanhecer neste fim de semana, com alegria, amor, magia ...
Feliz fim de semana
Beijinho prateado com carinho
SOL

Mocho-Real disse...

Um bom fim-de-semana e o meu abraço para ti.

Jorge G.

Templo do Giraldo disse...

http://templodogiraldo.blogspot.com/


Passem por aqui.

SAUDAçÔES.

Anónimo disse...

porque ser� que me revejo no teu texto


beijos
duda