sábado, 11 de agosto de 2007

Partir



Partir … dar a volta e recomeçar!
A vida vai nos ensinando...
Hoje finalmente aprendi a lição.
Por amor a ti deixei de viver...
Vivi na tua esperança!
Na esperança da tua imagem
Esperança de ouvir a tua voz
Esperança de te ver chegar….
Passou um mês… tu chegaste
Sem explicações
Como se estivesses aqui no dia anterior
Não questionei
Te acarinhei como sempre
Mesmo que dorida por dentro…
Esperei …
Dei-te espaço
Quis ouvir da tua boca
Os porquês….
Ouvi silêncios
Recebi beijos
E partiste no silêncio sem explicações.
Aprendi a lição
E… hoje parti eu!

BF

12 comentários:

Maria disse...

É isso mesmo, papoila.
Sempre que for preciso, há que partir, dar a volta e recomeçar....

Beijinhos

lua prateada disse...

Ainda bem que aprendeste a lição miga, por vezes não queremos querer porque a paixão nos cega !mas não voltes atráz.Segue tua vida e lembra que a felicidae está ali na esquina.Beijinho com carinho da
SOL

Lu@r disse...

Será que partiste?

Beijo

astuto disse...

Às vezes o melhor é não querer ouvir as explicações...

Cumprimentos.

SentidoS disse...

Querida Papoila!
Hoje, serei abusivo, mas acho que por chamar-te querida, não levarás a mal. És digna da minha terna amizade, o meu profundo carinho. Sentida tens sido, um olhar sagaz tens tido, uma presença assídua e carinhosa no meu louco, mas sentido mundo. Agradeço-te profundamente. Sabes que o amor e a dor caminham juntos, serão eternos amantes, companheiros perpétuos. Remarei contra algumas afirmações aqui ditas(sabes que sou sincero), e para alguns, marquem estas minhas humildes palavras...ser algum poderá alguma vez julgar outro...para isso teria que haver total conhecimento da vida, do sentir e amar das outras pessoas. Homem e mulher são diferentes, e por um lado, ainda bem. Sei que te sentiste magoada, também eu me sentiria, mas porque tirar conclusões precipitadas de uma atitude destas, não poderia a outra pessoa ter algum problema que não quisesse dizer, algum coisa que mal aconteceu, não sei, não estou por dentro da situação, e por isso mesmo não a julgarei. Certo é, que tendemos a tropeçar nas pequenas pedras, ao invés das grandes montanhas, acalma o teu coração, verás que amanhã essa pessoa uma resposta concreta te dará, e verás certamente porquê desta fria atitude...as pessoas merecem uma segunda oportunidade. Bem, perdoa-me por este testamento, não sei porquê mas sinto que já falei demais...que a luz das estrelas iluminem o vosso amor num belo caminho.

Mais uma vez, perdoa-me por ter intrometido...

Beijo Sentido

gasolina disse...

Viver o pleno no silêncio dos beijos, no momento que antecede a partida tem por vezes mais força que ficarmos a desejar o que não quisemos que acontecesse.

É que tudo é tão fugaz...

Um beijo, Papoila dos Girassóis

PS.: Fiquei radiante com a foto

poetaeusou disse...

*
Os porquês….
*
ji
*

al cardoso disse...

Lindas papoilas e excelentes poemas, ou nao fosse na "nossa Beira", ate parece que somos vizinhos!

Saudacoes do d'Algodres

C Valente disse...

parti e aqui cheguei para desejar um resto de bom domingo, e uma a boa semana de trabalho
Saudações amigas

©õllyß®y disse...

O amor e dor, um momento de amor...

Foce beijo

vagabundo disse...

corrigi. obrigado...e aceitei o desafio.
mais um copo?

Maria Clarinda disse...

O silêncio...e, os porquês...o amor...a dor...
Lindo.
Jhs