quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Um passo mais...


Eu convenci-me que tu gostavas de mim.

Li nos teus olhos ternuras,

Nos teus lábios palavras de carinho,

Nas frases circunstanciais…

Importância minha.

Eu convenci-me do teu amor.

Projectei o meu amar em ti

E,


Aguardei pelo retorno
Que não tive.
Deste-me amizade,
Saciamos desejos,
Possuímo-nos sem nos termos de verdade.
Eu convenci-me de ti.
De que eras único
Superior…
Convenci-me de que nunca
Serias um dos meus fantasmas.
Estavas por demais vivo dentro de mim…
No entanto era só mesmo eu
Que me tinha convencido
De que tu e eu seríamos um nós.
Pleno de ser.

BF

Foto de minha autoria 

13 comentários:

Mocho-Real disse...

Parece-me demasiado intimista para me atrever a comentar.

Resta-me desejar-te tudo de bom !

Um abraço

Isabel-F. disse...

lindo ...


desejo-te um feliz Ano Novo ... cheio de coisas boas...


beijinhos

Alice Matos disse...

É um belo poema amiga...
O sentimento... esse... só mesmo tu o podes viver... nós que recebemos a mensagem... não passamos de receptores de palavras...

Com toda a minha empatia...

Beijinhos para ti...

Amaral disse...

Quando não há retorno, algo fica pelo meio... adormecido e esfriado...
Só quando o "eu e tu" pensam e sentem como "um só", a chama arde, azulada e quente...

C Valente disse...

Lindo poema de amor
Saudações amigas e bom ano novo

Sant'Ana disse...

De tão vivo o sentir não podería ser só teu, mas vosso. Em algum momento foi uno.

Que o 2008 seja um caminho sem sobressalto, sem dor. Sorrisos são precisos.
São esses os meus votos para ti e Papoilinha.

Um beijo de quem gosta de ti, Papoila dos Girassóis.

Maria disse...

Querida papoila

..."Eu convenci-me de ti."....
Quantas vezes..... quantas vezes.....
Mas é esta capacidade de sonharmos que nos faz VIVOS!

Beijos

Sombra do Sol disse...

Bom dia, passando para atualizar a leitura depois das festas, espero que tenha corrido tudo na paz de Deus o seu Natal. Hoje venho fazer um convite para ler uma pequena homenagem que fiz a você na nossa árvore de amigos, é singela, mas foi de coração. Eu Acredito no real sentido da palavra AMIGO, pois ter amigos é ser Feliz. Vivo cercado por pessoas como você, pois viver assim é ser Feliz! Faço parte da vida daqueles que acreditam que ontem é passado, amanhã é futuro e hoje é uma dádiva, por isso chamado presente e acreditam na força do Amor, acreditam que para uma história bonita não há ponto final. Muito obrigado por sua amizade, tenha um 2008 repleto de realizações e com muita saúde e paz. Abraços do amigo.

lua prateada disse...

Minha lua desceu
Veio visitar seu povo
Ela veio desejar-te
Um Feliz ANO-NOVO!!!

A ti ela deseja
Saúde, paz e amor
Ao mundo...
Que cesse a dor!...

Beijinho prateado com carinho
SOL

Joana disse...

lindo! lindo! como sempre!!!
Que em 2008 venham mais poemas lindos e cheios de sentimento como esses.
Beijinhos

Mirror_Man disse...

Sabes flor?? è isto mesmo o k estou vivendo agora.. amando alguem ke apenas me kler como amigo colorido.. . é o ke acho... e embora tenah poucas esperanças de k passe disso... nao consigo desistir de a tentar conkistar...

Raquel V. disse...

Que tremendas verdades em tão poéticas palavras...

Gostava que o mundo que me abarca não cedesse, que eu não visse demasiado o que não é desejável ver. Como adorava que a humanidade fosse em si só uma doce realidade e magoar uma cruel fantasia...

Raquel V. disse...

www.apaginatantas.blogspot.com