segunda-feira, 8 de outubro de 2007

Veredas de Ilusão



No dia a dia, neste corre-corre
Nesta azafama da vida
Encontras palavras nos olhos
Com que cruzas sorrisos

E nos sorrisos trocados
Vislumbras marcas de vidas
Repletas de sonhos criados
Numa espiral de sentidos

No afastar dos olhares
Endereçando-os para o chão
Pisados sonhos ficaram
Nas veredas da ilusão.

BF

imagem retirada de imagens google

21 comentários:

poetaeusou . . . disse...

*
ilusões pisadas
veredas sentidas
corre-corre das vidas
palavras cruzadas
*
xi
*

Maria disse...

Renascemos cada dia para a vida, papoila...
Todos o dias....

Beijinhos

Fernanda e Poemas disse...

Querida Papoila, grata pela visita ao meu cantinho de: Fernanda-Reflexões.
Adorei o teu poema, muito bem escrito, a foto também está linda,
parabéns.
Beijinhos!
Fernandinha

Papoila disse...

Querida Papoila:
Um poema muito em estruturado! Linda a imagem! E há olhares e sorrisos que se cruzam que se guardam!
Beijos

Alexandre disse...

Deve ser um dos títulos mais lindos que já vi! Veredas de ilusão lembra pequenos caminhos, pequenas ilusões que vamos tendo ao longo da vida e que no seu conjunto formam a pessoa que nós somos!!!!

Muitos beijinhos!!!

C Valente disse...

marcas de vida

Tudo é reduzido a pó ai somos iguais
Saudações amigas

Jasmim disse...

Olá papoila
gostei do post e da foto...

Amaral disse...

É como dizes! Nesta azáfama da vida, muita gente anda dispersa e desencontrada.
Mas é nas veredas da ilusão que temos de descobrir os tais sorrisos, os doces olhares... e os sonhos que nos tragam sorrisos ao despertar...
Fizeste um poema, onde cabe muita coisa!

papagueno disse...

Lindo!!
Beijocas

Entre linhas... disse...

Registos de cada dia,num sonho diferente.
Bjs Zita

adrianeites disse...

aplaudo o poema!

como é bom vir aqui ler!

cp's

Dar de Vaia disse...

"h� palavras que nos beijam como se tivessem boca"

xi

Lumife disse...

Belo! Gostei.


Beijos

Isabel-F. disse...

é um prazer ler-te...


beijinhos

*©õllyß®y disse...

Esta vereda é belissima, como é teu poema...

Doce beijo

C Valente disse...

Nas vaeredas da ilusão
saudações amigas com um beijo

J.G. disse...

E nesta azáfama da vida nos vamos cruzando e seguindo.

um abraço.

SentidoS disse...

Muitos são, os caminhos que se cruzam nos mantos de uma bruma de nostalgia, se são de ilusão não sei, cada qual tece seus próprios pensamentos, por isso, guardo em silêncio os meus. Gostei das tuas letras, aliás, como sempre...

Beijo Sentido

irneh disse...

Um título muito bem conseguido para um poema lindo. Quantos sonhos vão ficando nessas veredas!

Beijinhos

Um Momento disse...

E num olhar...
Me perco na imensidao...
Poema lindo

(*)

MIMO-TE disse...

Poema lindissimo, primoroso e que nos envolve, ganho tanto em ler-te!

A imagem espelha o poema, perfeito linda, parabéns.

Mimos