sábado, 18 de agosto de 2007

Companheiro






















Nesta estrada da vida
Vem
Me acompanha, percorre comigo esta etapa.
Árduo percurso, solitária jornada.
Vem
Sou eu que tu peço, e se alguém te chama
Vai.. não esperes um segundo sinal.
Serás
Vértice na alma, triangulo de alguém
Amparo único e fundamental
Serás
Fiel depositário do beijo
Toque ceda, doce mel
Carinho final… A tua recompensa.

BF

7 comentários:

C Valente disse...

parece uma desistencia um chamamento sem chama,
que se passa?
Saudações amigas

Gasolina disse...

Um apelo com a cor dos girassóis.
A ceder à seda das suas pétalas.
Basta haver sol... e o verbo flui.

Um beijo, Papoila dos Girassóis

sonhadora disse...

Tens o dom de me emocionar. Sabes porquê? Porque o que escreves é sentido. Tem alma.
Beijinhos embrulhados em abraços.

Alice disse...

"Árduo percurso, solitária jornada."
Por vezes esta jornada pode ser mesmo uma caminhada de solidão... Que bom haver pessoas feitas anjos de companhia que nos ajudam a caminhar...
Obrigada por estares aqui...
Beijinhos...

O Profeta disse...

Hoje tinha decidido pintar-te
Com matizes de profunda ternura
Perdi na memória a cor do teu sentir
A tua voz de água cristalina e pura

Hoje a lembrança é lança de fogo frio
É punhal afiado em tua mão
A incerteza tolda a razão ao amor
Perdido bem no fundo do coração


Boa semana

C Valente disse...

bom inicio de semana
sauda�es amigas

Alexandre disse...

Também gostava de ter uma recompensa em forma de carinho... e um girassol bem virado para mim... e para o lado do Sol!!!

Muitos beijinhos!!!