sexta-feira, 6 de julho de 2007

Colibri.... Papoilinha




Os filhos são o nosso reflexo…

Por muito que não queiramos bebem nas mesmas fontes que nos vêem beber.

Sorvem o carinho e retribuem com uma sensibilidade que nem sempre julgamos possível.
Como algumas pessoas sabem, o meu nickname em muitos sites desta virtualidade é Colibri.

Fui agraciada pela minha filhota de 9 anos com um poema que fez as lágrimas rolar.

Sinal que na sua inocência de criança percebe bem as minhas angustias e sentimentos ….
Minha Papoilinha.



12 comentários:

Putty Cat disse...

:)

Mãe babada!

(espero um dia ser agraciada da mesma forma, i.e., qdo tiver um filho :)

Beijos

poetaeusou disse...

/
os nossos filhos,
responsabilidade primeira,
,
xi
/

musicallis disse...

São mesmo o nosso maior prazer, senão mesmo o único as papoilinhas e os maestrinhos das mamãs.
Parabéns à papoilinha por dedicar tão lindo poema à mamã papoila.
Um beijo grande para as duas

Alice disse...

Fiquei sem palavras...
Um beijo muito grande para ti...
E outro enorme para essa papoilinha cheia de sensibilidade e amor para dar...
(se puderes aumenta um pouco o tamanho da fonte do poema... para se ver melhor)...
Parabéns a ambas...

margusta disse...

Faz hoje dois anos que editei o meu primeiro post...

O que conta não é o que fazemos, mas o amor que colocamos no que fazemos!".
Madre Teresa de Calcutá ...

Alongo os meus braços e abraço-Vos... num abraço intemporal!!!

irneh disse...

Os filhos fazem-nos grandes surpresas. E até nos ajudam a limpar algumas lágrimas.

Beijinho para a dupla, mãe e filha.

gasolina disse...

Papoila...ou Colibri...

Emocionaste-me: a tua pequenina flor já tem um campo arado.

Parabéns Meninas das Palavras!

Um grande beijo para vocês

margusta disse...

Papoila...vim deixar-te mais um abraço...senti que precisavas...

Parabéns á tua menina pela sensibilidade, e um beijinho grande para ela !

SentidoS disse...

Lindo. Lindo. Sábia reflexão, envolta naquele especial e unico carinho, o carinho materno. Às papoilas, um Beijo Sentido.

Ema Pires disse...

Passei por aqui e gustei. Eu também tenho duas papoilas, lindas e sensíveis. Agora já duas mulheres maravilhosas. É o que passa com as papoilas: crescem.
Beijinhos

poesiadaspiramides disse...

Que a tua papoilinha esteja sempre aberta aos beijos da sua colibri.
é nessas caricias, toques de amor que sentimos que a vida afinal faz sentido.

beijos ternos as duas

Maria disse...

Também eu fiquei emocionada........
... eles são o melhor que há....

Beijo